Amigos…

posso-errar

Amigo.

Quem não os tem, não possui nada. Quem os tem é o mais rico entre os homens.

Sim, um amigo sincero, verdadeiro, que não te deixa na mão e não faz cerimônia em dizer algumas verdades, mesmo que doa, é extremamente raro, principalmente hoje em uma sociedade rodeada por mentiras, ironias…

Um amigo é o irmão que você escolhe para sua alma, é aquele que te entende com apenas um olhar e vice-versa. É aquele que mesmo distante lembra de você e mesmo quando se reencontram parece que se viram ontem mesmo. E começa o fiar de lembranças ricas, alegres, tristes, de brilho nos olhos, de sorrisos afetados por acontecimentos da escola, da faculdade, enfim. Depois vêem as novidades, trabalhos, famílias, aqueles amigos dos quais não se têm notícias… E ao findar do encontro, a melancolia do despedir…

Ah que saudades que tenho de amigos que partiram, de outras tantos que se foram sem um “até mais”, e ainda das boas memórias compartilhadas.

Mas amigo não é para se manter preso, amigo é para ajudar a bater as asas e incentivar vôos mais altos, mas sempre deixando claro que está próximo para ajudar em seu retorno e feliz pelos sucessos e vitórias conquistadas, de braços abertos e ombro disposto a abraços apertados de conforto e acolhimento.

Enfim… É dizer “Vá, mas estou aqui por ti, a qualquer momento.” E ter a certeza de que indo, quando retornar terá sempre esse aconchego a sua espera.

Aos meus amigos de antes e aos de agora. Bom dia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s